Nascidos entre 1965 a 1981

Atribuem um valor elevado à liberdade pessoal e foram a primeira geração a colocar a si mesmas e a sua vida pessoal antes do emprego e da carreira. Trabalham bem de maneira independente, ao contrário da geração Y que prefere equipes. Essa geração na sua maior parte, ocupam cargos de gerência de nível médio. Muitos deles estão tendo dificuldades de lidar com a geração Y que parece precisar de constante atenção. Eles investiram muitos anos no planejamento e do sucesso, e sentem que merecem as salas do prédio que têm a melhor vista.

Nascidos entre 1982 a 1993

Seus membros cresceram com os pais que estavam envolvidos ativamente em suas vidas, ajudando-os a tomar decisões e, de muitas maneiras, atuando como seus principais mentores. Eles têm um grande know-how tecnológico, o qual utilizam intensamente todos os dias conectando-se nas redes sociais. No geral essa geração é impaciente, eles não querem esperar cinco anos para causar uma boa impressão, querem lidar com as suas paixões e fazer alguma coisa significativa agora. Os membros da Geração Y querem mentores bem como um fácil acesso à administração e aos executivos.

Nascidos entre 1994 a 2010

Eles estão chegando ao mercado de trabalho normalmente como estagiários. Nascidos em um mundo global altamente competitivo, eles compreendem que estão vivendo numa era em que  apenas ter um diploma não garante mais um bom emprego. Em consequência disso, a Geração Z tende a ser muito empreendedora. Tipicamente filhos da Geração X  não sabem o que é a vida sem internet. É uma geração que está tão conectada que a comunicação pessoal às vezes representa um desafio. Antes que você se dê conta, eles estarão na força de trabalho avançando agressivamente para o seu cargo.